Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inês Aires | Nutricionista

Inês Aires | Nutricionista

Sab | 30.06.18

Ovos escalfados em tomate com arroz integral

 

Clareada.jpg

 

É uma receita simples e reconfortante, uma junção perfeita entre o tomate e os ovos, uma refeição completa, equilibrada e nutritiva, feita de ingredientes mediterrânicos!

 

Recortada.jpg

 

Ingredientes (por pessoa):

  • 2 ovos
  • 2 tomates maduros
  • meia cebola pequena
  • 1 dente de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de sobremesa de azeite
  • pimenta a gosto
  • arroz integral
  • sal q.b.

 

Preparação:

 

Ovos escalfados em tomate:

  • Numa frigideira antiaderente, coloque a cebola e o alho picados, 1 folha de louro, 1 colher de sobremesa de azeite e 2 tomates maduros descascados e cortados em cubos. Deixe cozinhar em lume brando, até que o tomate esteja macio. Se necessário, junte um pouco de água.
  • Quando o tomate estiver macio, junte os ovos cuidadosamente, de modo a que fiquem inteiros e separados um do outro.
  • Deixe escalfar em lume brando, até a clara estar cozinhada.

 

Arroz integral:

  • Coloque previamente o arroz a demolhar em água durante algumas horas (idealmente 4-6 horas, no mínimo), o que facilita a cozedura do arroz, assim como a sua digestão e a absorção dos seus nutrientes.
  • Num tacho, coloque o arroz com aproximadamente 2,5 vezes o volume em água, tempere com um pouco de sal e deixe ferver. Quando levantar fervura, diminua o lume e deixe cozer em lume brando até absorver a água (cerca de 20-25 minutos).
  • Se necessário, junte mais água.
  • Quando retirar do lume, deixe repousar durante 5-10 minutos e depois sirva.

 

Sugiro que sirva os ovos acompanhados com o arroz e uma salada a seu gosto, temperada com vinagrete.

 

Sabia que?

Os ovos são um alimento muito rico do ponto de vista nutricional. Contêm proteínas de elevada qualidade e são ricos em várias vitaminas e minerais, sendo bons substitutos da carne e do pescado*.

Atualmente sabe-se que o colesterol presente no ovo tem pouco impacto no colesterol sanguíneo*, pelo que o seu consumo não é desaconselhado a quem tenha o colesterol elevado.

 

Fonte:

*Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, Direção-Geral da Saúde

 

2 comentários

Comentar post